Youtube apaga canal de Tone Vays mas reconsidera após pressão das redes sociais

O conhecido trader de bitcoin Tone Vays, que atua no mercado desde 2013, não tem mais canal no Youtube. Os conteúdos foram removidos do ar nesta quinta-feira uma hora depois do primeiro aviso e meia hora depois dele enviar a defesa. O canal tinha 90 mil inscritos.

Vays postou o aviso de notificação no qual é informado que foi denunciado por produzir algum tipo de conteúdo impróprio e que a equipe da empresa controlada pelo Google havia analisado o caso e decidido encerrar a conta.

“Fique ciente de que você está proibido de acessar, possuir e criar qualquer outra conta no YouTube”, diz o aviso.

O trader de bitcoin obviamente não gostou: “Por um único aviso de um só vídeo, o canal inteiro foi tirado do ar pelo Youtube?”

Na mesma rede social, ele marcou a CEO do Youtube, Susan Wojciki, na esperança de acelerar a resolução do problema. “Pelo menos quero saber por que eu fui banido”, escreveu.

Atualização do caso

Tone Vays está de volta ao YouTube — ao menos por enquanto. Após ter seu canal apagado pela empresa de vídeos do Google, a comunidade de bitcoin se juntou para pressionar a rede social em favor do trader que atua no mercado desde 2013.

O canal foi restabelecido ainda quinta-feira (17) algumas horas depois de ter sido apagado.

“Obrigado YouTube por resolver esse problema tão rapidamente. Espero que seja seguro assumir que tenha sido um algoritmo que ficou feliz com um banimento”, disse pelo Twitter.

Ele twittou a mensagem acima como um complemento à resposta que recebeu da conta TimeYoutube também do Twitter no qual dizia que entendia a importância da questão e que passaria adiante para que os times da empresa pudessem olhar mais atentamente.

Vays também agradeceu ao apoio da comunidade do bitcoin: “Foram vocês que trouxeram meu canal de volta”, escreveu.

Mais banimentos no Youtube

Nesta sexta-feira (17), o trader de bitcoin voltou a criticar a plataforma. Embora seu canal tenha voltado para o ar, ele retuitou uma mensagem da conta BTC Sessions, que teve conta no YouTube apagada sob as mesmas acusações que Vays.

“Honestamente, eu acho que é um problema no algoritmo e que não se trata de uma política contra o bitcoin do Youtube”, afirmou.

No fim do ano passado, vários youtubers que publicam sobre bitcoin e outras criptomoedas também tiveram problemas semelhantes. Canais como o de Ivan On Tech e Chris Dunn, por exemplo, que possuíam mais de 200 mil seguidores, foram eliminados.

No Brasil, algo parecido vem acontecendo, incluindo alguns excessos. A empresa do Google baniu o canal de um analista da Comissão de Valores Mobiliários do Brasil que era mantido desde 2014.

Já outros canais sofreram strikes, dentre eles, CryptoTchaps, Playnegócios e Étopasaber. Em janeiro, o Canal Dinheiro foi afetado e o youtuber Marcos Eduardo Rui Costa teve que recomeçar do zero em um antigo canal.

Fonte: https://portaldobitcoin.com/youtube-apaga-canal-de-trader-de-bitcoin-uma-hora-depois-do-primeiro-aviso/
Fonte: https://portaldobitcoin.com/youtube-cede-a-pressao-das-redes-sociais-e-recoloca-canal-de-trader-de-bitcoin-no-ar/

Marcações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × cinco =