Há mais endereços lucrando com posições em Ether do que endereços lucrando com Bitcoin

A rede Ethereum teve um crescimento explosivo ao longo de 2020, devido à expectativa da atualização da sua rede, que acontecerá em 01 de dezembro de 2020. O número total de endereços Ethereum com saldo positivo aumento, atingindo a marca de 38.18 milhões, representando 77% dos endereços que têm algum saldo de Ethereum, segundo dados da IntoTheBlock.

Fonte: IntoTheBlock

A rede Bitcoin atualmente tem 30.3 milhões de endereços no lucro, que representam 92% dos endereços Bitcoin com qualquer saldo. Ou seja,  há 8 milhões de endereços Ethereum no lucro a mais do que endereços Bitcoin.  

O interessante do dado, é observar seu contexto. O Bitcoin obteve valorização expressiva durante 2020 e desbancou muitos ativos macro, chegando muito próximo da sua máxima histórica. O  Ether, no entanto, apesar da sua valorização, está muito sua máxima histórica. 

Fonte: IntoTheBlock


De acordo com a IntoTheBlock, um endereço com um tempo de retenção de mais de um ano deve ser considerado como um hodler. Como pode ser visto no gráfico abaixo, o número de hodlers de ETH aumentou em mais de 11,45 milhões nos últimos doze meses. Devido ao aumento expressivo do preço do ativo, muitos investidores já estão em posições de lucro. 

Fonte: IntoTheBlock

Os Hodlers têm mostrado continuamente um crescimento quase linear a cada mês, apesar da queda de preço do Ethereum de cerca de 50% em março, o ativo se recuperou, subindo mais de 300% entre o crash e o momento de escrita deste artigo. Com esse novo fôlego, o número de endereços subiu para cerca de 28,41 milhões de endereços, um recorde histórico para esta métrica, que representa 57,7% do total de detentores de ETH.

O rali do Ether

Depois de atingir o pico em torno de US$ 620 na segunda-feira, dia 22 de novembro, o Ether começou a cair na noite de terça-feira. Embora o ETH tenha experimentado uma pequena correção, os sinais de momentum de alta estão por toda parte. O Ether está sendo negociado no instante dessa redação por US$ 505,58 (R$ 2.761).

Ecossistema DeFi impulsionando o hype

A popularidade das finanças descentralizadas e dos tokens associados que usam a rede Ethereum, impulsionam o hype em torno do criptoativo. Embora o valor de muitos desses tokens individuais tenha sofrido uma queda em relação aos seus ralis de alta anteriores, o valor total em dólares bloqueado em DeFi permanece forte,   US$ 14,05 bilhões no momento desta publicação.

 DeFi teve um crescimento explosivo ao longo de 2020, com o número de usuários aumentando 10 vezes em comparação com janeiro deste ano, de acordo com a IntoTheBlock e com dados confirmados pela Alethio.

Fonte: IntoTheBlock

A quantidade de Bitcoins bloqueada na rede Ethereum cresce

Como o Bitcoin não pode ser facilmente movido entre cadeias, versões tokenizadas do Bitcoin estão disponíveis no blockchain Ethereum. Esses ERC-20s são indexados 1:1 ao preço do Bitcoin sendo lastreado pela quantidade equivalente de Bitcoin.

Neste momento, 167,25 mil BTC, o que representa 0,9% da oferta em circulação, estão tokenizados e bloqueados em Protocolos DeFi.

O mercado de Finanças Descentralizadas segue oferecendo acesso globalizado a serviços financeiros como empréstimos, custódia, juros e negociação, tendo crescido mais de US$ 13 bilhões em tokens bloqueados nos protocolos DeFi.

Os Tokens sintéticos como o wBTC já são responsáveis por movimentar milhões em bitcoin sintéticos nas exchanges descentralizadas. 

Fonte: https://cointelegraph.com.br/news/there-are-more-addresses-profiting-from-positions-in-ether-than-addresses-profiting-from-bitcoin

Marcações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 − dois =