Ethereum 2.0 é oficialmente lançada com 21 mil depósitos

E finalmente veio ao ar a maior atualização do Ethereum em anos. Nesta terça-feira (1º), o Ethereum 2.0 (ETH 2.0) finalmente foi lançado.

O lançamento da Beacon Chain, principal rede desta fase, ocorreu as 9h (horário de Brasília). Ocorreram mais de 21 mil depósitos de ETH neste bloco.

Bloco-gênese da ETH 2.0.
Bloco-gênese da ETH 2.0. Fonte: beaconchain.com

Segundo a ConsenSys, empresa que provê estrutura para o Ethereum, os participantes do ETH 2.0 agora ajudam a “armazenar e gerenciar o registro de validadores.”

Por sua vez, os validadores serão os futuros substitutos dos mineradores. Eles são os responsáveis por registrar e validar as transações na blockchain.

Principais mudanças

A nova rede estreou com números bastante expressivos. A ETH 2.0 conta com mais de 21 mil validadores, justamente os que votaram na aprovação do bloco-gênese.

Outro número expressivo foi na mineração via prova de participação (PoS, na sigla em inglês). Esta foi a principal mudança da rede, que agora conta com cerca de 674 mil ETH alocados.

Em termos de moedas fiduciárias, isso equivale a US$ 387 milhões, ou cerca de R$ 2,1 bilhões, na cotação atual de cada moeda.

O valor é 130 ml ETH superior ao que foi arrecadado antes da ativação da rede. Vale ressaltar que a ETH 2.0 só foi ativada na última hora, pois corria o risco de ser adiada por falta de engajamento.

No entanto, o contrato de lançamento já conta com 883 mil ETH armazenados.

Em média, cada usuário aplicou 32 ETH na mineração PoS, ou cerca de R$ 98 mil na cotação atual. O valor é justamente o mínimo requerido para se tornar um validador da rede.

Primeira fase de um longo processo

O lançamento desta terça-feira é o primeiro passo de anos de pesquisas e do impulso mais recente estimulado pela ansiedade dos investidores.

No entanto, este é apenas o primeiro passo. A nova rede será a espinha dorsal de uma nova blockchain Ethereum, que será lançada nos próximos anos.

O ETH 2.0 tem pelo menos mais dois obstáculos técnicos para atingir sua linha do tempo em constante movimento.

O primeiro deles é quebrar dinamicamente o blockchain PoS em vários conjuntos de dados chamados “shards.”

O segundo é a adoção do Rollups, uma solução de rendimento para aplicativos descentralizados (dApps, na sigla em inglês). Se implementada, ela poderá dar um novo passo para as finanças descentralizadas (DeFi).

Fases de implementação do ETH 2.0

Fonte: https://www.criptofacil.com/ethereum-2-0-oficialmente-lancada-com-21-mil-depositos/

Marcações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + seis =