Canal do Youtube Ei Nerd de 10 milhões de inscritos é hackeado

O canal Ei Nerd, do youtuber Peter Jordan, que possui mais de 10 milhões de incritos, foi hackeado neste domingo (13). Às 13h09, Jordan comunicou o acontecimento no twitter.

O time do Youtube já tomou ciência do acontecimento. Em resposta ao tweet, eles disseram: “Olá, Peter. Lamentamos que esteja passando por isso. Pedimos que nos siga aqui no Twitter, e nos avise quando o tiver feito, para que possamos continuar essa conversa via DM. Ficaremos aguardando.”

Os hackers nesse momento usam o canal dele para transmitir uma live com divulgação de um golpe envolvendo criptomoedas. Na live, os hackers divulgam endereços da criptomoeda XRP e informam que o valor que você enviar, eles vão te devolver em dobro.

Esse é um golpe comum tanto no mercado nacional como internacional. Diversos Youtubers já foram hackeados com esse intuito, no entanto, o canal Ei Nerd foi o maior até o momento.

No dia 1 de dezembro, o canal do youtuber Zangado passou pelo mesmo problema. Ele só conseguiu recuperar o canal sete dias depois.

O que pode ter acontecido

Um caso parecido aconteceu em janeiro deste ano com o Youtuber Marlon XGamer. Ele teve seu canal de 500 mil inscritos hackeados e os hackers também usaram a conta para divulgar golpes com criptomoedas. Na época, Marlon contou ao Portal do Bitcoin que uma empresa ficou interessada em anunciar no seu canal. Um representante então teria pedido a ele que baixasse um arquivo para copiar um código de referência e testar um software.

O programa, contudo, que se chamava Kryptmix e dizia ser um minerador de criptomoedas, na verdade era um vírus trojan, contou.

Após ação, o hacker teve acesso ao canal e o desvinculou da conta no Google.

“Alteraram o nome do canal Marlon XGamer para Ethereum prod. (No caso do Zangado alteraram para Ethereum Foundation), alteraram capa e foto de perfil do canal e começaram a transmitir o mesmo vídeo gravado em diversas lives 24 horas por dia. Todos os vídeos do canal foram alterados para não listados”, escreveu.

De acordo com Marlon, os hackers também estavam ocultando e-mails do suporte ao criador para ele não conseguir se comunicar e receber ajuda.

A mesma situação é relatada pelo criador de conteúdo Fiaspo no twitter ao comentar o caso de Zangado. Segundo ele, os hackers se passam por anunciantes e oferecem valores bem altos mas o que eles querem é que você execute um suposto arquivo que eles enviam. Após a instalação, já era. Os hackers tomam posse do canal e começam a divulgar seus golpes.

Peter Jordan, no entanto, diz não saber o que pode ter acontecido. No twitter, ele diz ter ativado todos os protocolos de segurança recomendados.

Fonte: https://portaldobitcoin.uol.com.br/canal-do-youtube-ei-nerd-de-10-milhoes-de-inscritos-e-hackeado/

Marcações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × um =