Dono da Silk Road pode receber perdão de Donald Trump

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está avaliando se concederá perdão ao fundador do extindo site Silk Road, Ross Ulbricht.

A informação foi divulgada pelo portal Daily Beast na terça-feira (15). Segundo a informação, o conselho de advogados da Casa Branca está revisando os documentos do caso de Ulbricht.

Libertação de Ulbricht tem forte apoio

Como o caso de Ulbricht está em análise, pode demorar até que uma decisão final seja tomada. Mas as fontes afirmam que ele supostamente tem apoiadores influentes ao redor do presidente.

Um desses apoiadores é o ativista Weldon Angelos, ex-produtor musical e ex-presidiário federal. Ele afirmou que os documentos do caso foram enviados para a Casa Branca no início de 2020.

“Recebi documentos encaminhados para meus contatos na Casa Branca já em fevereiro”, disse o ativista.

Weldon teria sido contatado pela família de Ulbricht e estava “esperançoso” de que Trump comutaria sua sentença por completo.

Além disso, a pressão pela libertação do fundador do Silk Road não é nova. Em 2019, uma petição reuniu mais de 200 mil assinaturas pedindo pela soltura dele.

“Este caso talvez tenha mais apoio do que eu vi em qualquer caso deste tipo”, disse Weldon.

Rodada de perdões pode incluir Ulbricht

As rodadas de indultos e comutações de penas são comuns nos Estados Unidos. Elas geralmente ocorrem quando o atual presidente está nos últimos dias de seu mandato.

Nesta semana, o Congresso norte-americano confirmou a vitória do democrata Joe Biden nas eleicões. Portanto, Trump tem pouco mais de um mês no cargo – a poss de Biden será em 20 de janeiro de 2021.

O rito pode variar de acordo com o caso. A pena pode ser comutada (uma pena de morte que vira prisão perpétua, por exemplo). Ou o presidente pode conceder perdão total e extinguir o processo.

Ulbricht foi o fundador e principal administrador do mercado dark web, o Silk Road. O site teve grande papel na história do Bitcoin, sendo um dos primeiros a adotar o Bitcoin como meio de pagamento.

O Silk Road era uma plataforma de negociação de drogas, armas e outros produtos ilícitos. Ulbricht usava o anonimato do Tor para ocultar a localização dos servidores e evitar as autoridades.

Após uma longa investigação, a identidade online de Ulbricht – Dread Pirate Roberts – foi revelada. Ele foi posteriormente preso e acusado por vários crimes.

Atualmente, ele está cumprindo uma sentença de prisão perpétua dupla mais uma condenação de 40 anos. No entanto, Ulbricht ainda é ativo e escreve vários textos, inclusive sobre Bitcoin.

Ulbricht é considerado um herói de culto entre alguns da comunidade de criptomoedas. Eles, assim como, ativistas políticos, argumentam que sua sentença foi desnecessariamente dura.

Fonte: https://www.criptofacil.com/dono-da-silk-road-pode-receber-perdao-de-donald-trump/

Marcações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × quatro =