Baleia com 69 mil Bitcoins, ‘acorda’ e volta a mover fundos que estavam parados desde 2015

  • por

Enquanto especialistas em análise gráfica sobre o mercado de criptomoedas debatem qual a melhor estratégia com relação ao halving, uma olhada as wallets ‘mais ricas’ do universo do Bitcoin revela que pelo menos um grande holder não parece estar muito interessado em vender ou mover seus Bitcoins, já que, tendo acumulado uma enorme quantia de Bitcoins nos primórdios da criptomoeda, não move seus ativos desde 2015.

A wallet em questão é a única, entre as 10 mais ricas do Bitcoin que não move seus fundos desde 2015 e a baleia mais ‘antiga’ do mercado, segundo dados do BitcoinInfoCharts, tendo acumulado mais de 69.370 Bitcoins, o equivalente,no momento da escrita a mais de US$ 535.249.539.37.

Entre os endereços que não estão associados a exchanges e empresas de Bitcoin, o endereço é o 5 mais rico de todo o mundo. Uma análise referente às transações que acumularam a imensa quantidade de Bitcoin revela que, provavelmente, o holder era um minerador, tendo acumulado a maior parte de seus Bitcoins entre 2012 e 2013 em várias wallets que depois foram reunidos em uma única wallet.

Contudo, embora o fato de não mover tamanha fortuna em 5 anos possa parecer que o investidor perdeu acesso a sua chave privada ou até mesmo pode ter falecido, uma consulta as wallets que deram origem a fortuna revela transações realizadas em abril de 2020, depois de 5 anos ‘paradas’, sugerindo que a ‘grande baleia’ está ativa e possui muito mais bitcoin em outros endereços.

Em uma das wallets, por exemplo, que não realizava movimentações desde 2013, sendo que naquele ano moveu 22,013.0411 para o endereço que hoje possui mais de 69 mil bitcoins, uma nova movimentação foi realizada em 15 de fevereiro deste ano, movendo pouco mais de 0.0003 Bitcoins.

Há menos de 15 dias para o halving o movimento das grandes baleias de Bitcoin tem deixado o mercado atendo tendo emv ista que o evento que reduzirá pela metade a recompensa por bloco minerado, e impulsionar o preço do BTC, o que pode gerar também uma liquidação de criptomoedas por mineradores incertos sobre a lucratividade de suas fazendas neste novo cenário.

Segundo uma das mais conhecidas baleias do mercado, Joe007, o halving já está precificado, ou seja, para ele o BTC não deve ver um aumento expressivo de preço até o halving e, desta forma, após o evento, seu valor pode despencar com a ‘frustração’ de pequenos investidores que compraram o BTC a um preço ‘alto’ antes do evento aguardando um rali ‘incrível’ que não virá, segundo ele.

“Não, é claro que não tem preço. No mesmo dia do halving, todo mundo finalmente perceberá o quão baixo vai chegar o preço do BTC e todos correrão para comprá-lo. Em massa. Com os cheques de desemprego”, disse.

Estima-se que Joe007 esteja mantendo uma grande posição aguardando a queda do BTC, como mostrado pelos dados da tabela de ordens da Bitfinex.

Fonte: https://cointelegraph.com.br/news/bitcoin-whale-accumulates-more-than-61-thousand-btc-since-2013-and-has-not-moved-funds-for-more-than-5-years

Marcações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um + 2 =