Exclusivo: Rodrigo Marques, da Atlas Quantum, pode ter ‘fugido’ do Brasil e ido para Londres

  • por

O CEO da Atlas Quantum, Rodrigo Marques, não estaria mais no Brasil e teria ‘fugido’ do país com destino a Londres, segundo informou ao Cointelegraph uma fonte próxima a Marques.

Embora alguns voos para a cidade europeia estejam restritos por conta das medidas para impedir o avanço do coronavírus, a maioria das opções de voos para a capital da Inglaterra estão operando normalmente.

O Cointelegraph tentou contato com a Polícia Federal para confirmar a viagem mas a organização informou que não pode fornecer dados sem ordem judicial.

No entanto, segundo a fonte, a viagem de Marques não teria sido feita recentemente, mas há alguns dias.

“Não sei dizer exatamente se ele fugiu ou foi resolver algo lá. O que sei é que ele sempre gostou de Londres. Além disso há muito tempo não vejo a filha dele, Patrícia Marques dos Santos e nem a mãe Esther Marques Lopes”, disse a fonte.

Authy confirma Marques no Reino Unido

Além da fonte que conversou com o Cointelegraph um hacker que teve acesso às contas de Marques revelou ao Cointelegraph que muito possivelmente ele está em Londres desde, pelo menos, 07 de Abril.

“Veja o último acesso dele no Authy, foi feito no Reino Unido”, disse.

Marques pode ter ido receber 1280 Bitcoins

Marques pode ter ido para Londres conversar com o escritório de advocacia Conyers que cuida de um processo aberto pela Atlas contra a Bitfinex.

Segundo fontes, Marques teria conseguido êxito no processo no qual alegava ter perdido 1280 Bitcoins devido a transações não autorizadas realizadas em sua conta na exchange.

O CEO da Atlas, teria pago, recentemente, cerca de US$ 40 mil ao escritório em Londres como parte dos honorários pela vitória na ação.

A corte teria condenado a Bitfinex a devolver os bitcoins para o CEO da Atlas que continua realizando operações com a exchange.

“Diante desta informação e de outras informações que estamos investigando encaminhamos um pedidos de acordos jurídicos de cooperação internacional via Carta rogatória para pedir auxílio as autoridades internacionais, com base no Memorando anti-lavagem de dinheiro que Brasil e BVI são signatários com a finalidade de não deixar o Rodrigo Marques escapar impune”, destacou ao Cointelegraph o Dr. Artêmio Picanço que vem conduzindo diveross processos contra a empresa.

Enquanto isso, no Brasil, clientes da Atlas Quantum permanecem sem acesso a seus Bitcoins custodiados na plataforma.

Embora muitos tenham buscado reaver parte dos recursos por meio do bot Phoenyx e pelo Novo Quantum a imensa maioria dos clientes relata ter perdido seus investimentos na empresa.

Fonte: https://cointelegraph.com.br/news/exclusive-rodrigo-marques-from-atlas-quantum-may-have-fled-from-brazil-and-gone-to-london

Marcações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 5 =