Mulheres caem em golpe de pirâmide financeira ‘Mandala da Prosperidade’ no Brasil que pede R$ 5 mil através do Zoom

Uma fraude conhecida como pirâmide financeira está sendo disseminada no Brasil entre mulheres. Segundo o Valor Investe, o esquema é apresentado como algo voltado para a “economia solidária” e pede um depósito de R$ 5.000 para as participantes.

O esquema está atingindo principalmente mulheres, que são convidadas pela rede de investimentos suspeitos. Com o nome de “Mandala da Prosperidade” ou “Tear dos Sonhos”, o negócio é expandido através de videoconferências no Zoom.

A atividade da golpe é semelhante a atuação de esquemas de pirâmides financeiras no mercado. A participante ganha dinheiro ao indicar outras mulheres para o investimento, formando uma rede de indicações com direito a supostos benefícios.

Em denúncia publicada nas redes sociais, mulheres contam como foram enganadas pelo golpe de investimento que voltou a ser difundido no Brasil. Até então, mais de 400 mulheres comentaram sobre o esquema no Twitter.

Pirâmide Financeira disfarçada de ajuda

Uma pirâmide financeira está sendo amplamente divulgada em grupos de mulheres. O negócio pede depósitos de R$ 5.000 para entrar no esquema, que está disfarçado de ajuda entre o grupo feminino.

Em uma denúncia publicada no Twitter, uma das vítimas fala sobre a “lavagem cerebral” guiada por mulheres que participam da fraude em que busca dinheiro. De acordo com Camila Petersen, ela conseguiu salvar uma amiga que entrou no negócio após dois meses de tentativas das recrutadoras.

A amiga de Camila foi assediada por amigas que fizeram ela participar do esquema. Na história da jovem publicada nesta sexta-feira (19), ela conta que ficou “envolvida” durante quatro dias com o golpe da “Mandala da Prosperidade”.

“Minha amiga foi convidada por duas amigas próximas, num momento de muita fragilidade. Elas ficaram a assediando por mais de dois meses até que minha amiga cedeu e depositou a grana. 

Depois de 4 dias em que fiquei envolvida, pesquisando, participando de reunião, conversando com pessoas próximas, avisando todas as mulheres ao meu redor sobre esse golpe, consegui salvar a minha amiga.”

Golpe antigo que pede dinheiro volta a fazer sucesso no Brasil

A “Mandala da Prosperidade” é um golpe financeiro baseado em esquemas conhecidos como pirâmides financeiras. Considerado antigo, o investimento voltou a ser amplamente divulgado no Brasil entre mulheres, devido a crise econômica provocada pelo Novo Coronavírus.

Nesse tipo de fraude, a oferta de lucro para as vítimas é proveniente de indicações, onde as novas investidoras pagam dinheiro para as líderes do crime, caracterizando assim uma pirâmide financeira.

No entanto, não existe dinheiro suficiente para pagar todas as investidoras, e o negócio torna-se insustentável quando deixa de receber novas vítimas.

O depósito de R$ 5.000 é apresentado como um “presente”, e para cada indicação a líder receber esse valor na “Mandala da Prosperidade”, ou ainda, o “Tear dos Sonhos”.

Uma imagem publicada no Twitter mostra como o dinheiro é dividido através de uma rede de afiliados que é formada com grupo de mulheres com algum tipo de proximidade.

E para o golpe ser realizado, as mensagens devem ser convincentes a ponto de produzir uma “lavagem cerebral”. Segundo denúncias sobre a pirâmide financeira, as líderes utilizam o aplicativo Zoom para marcar salas de reuniões com as futuras vítimas da “Mandala da Prosperidade”.

Fonte:https://cointelegraph.com.br/news/women-fall-in-a-financial-pyramid-mandala-of-prosperity-in-brazil-that-asks-for-r-5-000-through-zoom

Marcações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 3 =