Bitcoin roubado no ataque ao Twitter já está sendo lavado, revela relatório

Em um novo relatório, publicado nesta sexta-feira, 17 de julho, a empresa de análise de blockchain Elliptic descobriu que os Bitcoins roubados no dia 15 de julho, no ataque ao Twitter, já estão sendo lavados.

Assim, segundo a Elliptic, às 3h39 da manhã desta sexta-feira (17), 2,89 Bitcoins (mais de R$ 140 mil) foram enviados para um endereço que, ao que tudo indica, é de uma carteira com foco em privacidade, a Wasabi Wallet.

O valor corresponde a representando 22% dos fundos obtidos pelo hacker.

Como esclarece a Elliptic, essa carteira pode ser usada para ocultar rastros de transações. Isso porque dificulta o rastreamento dos fundos por parte das instituições financeiras ou policiais. Ela funciona como um serviço de mistura de Bitcoin.

Como noticiou o CriptoFácil, essa carteira já foi inclusive investigada pela Europol por estar sendo usada por criminosos da deep web.

Uso da Wasabi não surpreende

A Elliptic explicou que conseguiu identificar o uso provável dessa carteira porque desenvolveu uma capacidade exclusiva para identificar endereços da Carteira Wasabi com base em padrões de transação distintos.

Além disso, enfatizou que o uso da Wasabi para lavar os BTCs roubados não surpreende. Já que uma das técnicas mais comuns usadas pela polícia para identificar os autores desse tipo de ataque é seguir a trilha do dinheiro até o saque.

Os especialistas ainda observaram que a maioria das exchanges identifica seus clientes por meio de verificações KYC (conheça seu cliente). Logo, essas informações são usadas pelas autoridades para identificar fraudadores. Por isso, com uso da Wasabi, é muito mais difícil rastrear os fundos.

“Esta é uma situação contínua, pois os Bitcoins do hack do Twitter continuam a se mover pela blockchain. A Elliptic continuará atualizando suas ferramentas de monitoramento de blockchain com os endereços associados a esse golpe para ajudar nossos clientes a proteger seus negócios e cumprir as obrigações regulatórias”, finalizou a Elliptic.

Hacker é um idiota

Para o diretor de pesquisa do The Block, Larry Cermak, o hacker é, na verdade, um idiota.

“Ontem eu pensei que o cara que invadiu as contas do Twitter era um gênio e tinha algum motivo oculto do que apenas roubar alguns BTC. Hoje eu tenho certeza que o hacker é realmente um idiota”, tuitou ele.

Cermak justificou que o hacker possui um gerenciamento de carteira desleixado, além de tentativas fracas de mixagem e associações de exchanges.

Fonte: https://www.criptofacil.com/bitcoin-roubado-ataque-twitter-esta-sendo-lavado-revela-relatorio/

Marcações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 4 =