Bitcoin bate US$ 9.400 e registra maior preço em duas semanas

O preço do Bitcoin (BTC) subiu US$ 100 em um intervalo de 15 minutos às 4h30 desta terça-feira (21), atingindo US$ 9.400. No Brasil, a criptomoeda voltou a ser negociada acima dos R$ 50.000.

Nas últimas semanas, o Bitcoin está com uma volatilidade abaixo do normal. Depois de cruzar a marca de US$ 10.000 em 2 de junho, ele lentamente caiu para os US$ 9.000, onde permaneceu por mais de 10 dias.

O aumento de hoje liquidou US$ 23 milhões em operações vendidas na BitMEX. De acordo com o datamish, 192 traders trocaram suas posições de negociação de short para long, apostando numa alta do preço do bitcoin.

Os volumes de negociação do Bitcoin também estão se recuperando um pouco. Embora o volume diário de negociação tenha caído para US$ 12 bilhões há três dias, eles recuperaram para US$ 16 bilhões.

Mesmo com a estagnação recente, o BTC acumula alta de 34% em 2020, após virar o ano cotado a US$ 7.200.

A máxima anual foi registrada em 31 de maio, a US$ 10.400 enquanto a mínima, a US$ 4.000, foi registrada em 12 de março, no auge da crise do coronavírus.

A grande maioria das criptomoedas operam em alta nesta terça-feira (21), com o preço do Ethereum (ETH) subindo 2,1%, Litecoin (LTC) 3,2% e Monero (XMR) 3,3%. Algumas estão no vermelho, com Chainlink (LINK) caindo 4% e Stellar (XLM) 2,2%.

Fonte: https://portaldobitcoin.uol.com.br/bitcoin-bate-us-9-400-e-registra-maior-preco-em-duas-semanas/

Marcações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + 16 =