Lituânia lança primeira moeda digital da Europa na blockchain NEM

O Banco Central da Lituânia oficializou o lançamento de sua moeda digital, a LBCoin. Assim, segundo a instituição, a CBDC foi construída na blockchain NEM.

Agora, o projeto representa um desafio para os bancos centrais da zona do euro.

LBCOIN

A LBCoin, porém, não é uma moeda nacional, mas a primeira moeda digital colecionável emitida pelo banco central do mundo.

Suas características a tornam um caso único. Isso porque a moeda possui uma infraestrutura híbrida: um sistema interoperável que integra a rede privada do banco lituano à blockchain pública do NEM.

Devido às suas características, o sistema permite que as transações permaneçam visíveis ao público. Trata-se de um elemento que se destaca, uma vez que entre os projetos gerenciados pelos bancos centrais o uso de uma rede pública é incomum.

Projeto

O projeto foi descrito pelo banco central como um experimento financeiro que visa mostrar aos cidadãos como as criptomoedas são, como são trocadas e outros elementos relacionados ao uso diário desses ativos.

Além disso, a própria instituição experimentará as criptomoedas para conhecer suas características e benefícios.

O banco lituano anunciou que as moedas estariam disponíveis para compra e armazenamento na loja eletrônica da instituição.

Entretanto, em seguida, informou que estava enfrentando problemas técnicos e prometeu retomar a venda na sexta-feira, 24 de julho.

O que fazer com uma LBCoin?

A LBCoin consiste em 20 tokens colecionáveis, cada uma representando um dos personagens que assinaram o ato de independência do país.

Assim, um usuário interessado no criptoativo deve entrar na loja eletrônica da instituição, registrar-se e cumprir o procedimento de verificação de identidade solicitado pela plataforma.

Depois de transferir os R$ 600 que o pacote custa, ele receberá 6 tokens selecionadas aleatoriamente, resgatáveis ​​por uma moeda de prata física com um valor adicional de R$ 150.

Após receber os tokens, os clientes poderão transferi-los para sua própria carteira, compatível com a blockchain pública NEM.

Então, esses tokens colecionáveis ​​podem ser trocados com outras pessoas, podem ser vendidos, doados, coletados ou trocados pela moeda de prata física que tenha a forma de um cartão de crédito, que também é emitida pela mesma instituição.

“Os compradores interessados ​​nessa moeda têm um período de dois meses e meio para comprá-la, após o qual o projeto será encerrado. Isso significa que não haverá novos tokens físicos ou emitidos por LBCOIN a serem resgatados após o término do projeto”, acrescentou o Banco Central.

Fonte: https://www.criptofacil.com/lituania-lanca-primeira-moeda-digital-europa-blockchain-nem/
Marcações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + 14 =