Bitcoin cai R$ 4.000 após se aproximar de máxima histórica no Brasil

O preço do bitcoin caiu mais de R$ 4.000 nesta terça-feira (11) e bateu a mínima diária de R$ 61.227 às 17h30 após ter sido negociado acima dos R$ 65.500 na segunda-feira.

O movimento segue o mercado internacional, que viu o BTC cair de US$ 12 mil para US$ 11.123 durante a tarde de hoje.

Apesar da queda, o bitcoin segue em forte tendência de alta, com ganhos de 22% até agora no segundo semestre. Em 2020, o bitcoin já valorizou 110% em real e 65% em dólar. O ganho em real foi superior devido a desvalorização do real frente ao dólar.

Em conversa com o Portal do Bitcoin na última semana, o analista de criptomoedas Marcel Pechman, afirmou que com a desvalorização constante da moeda brasileira, “a tendência de preço do bitcoin, ao menos quando cotado em Real, é de seguir em alta”

“O Real tem se depreciado a um ritmo de 6% ao ano nos últimos 9 anos. Pode parecer pouco, mas isso significa que a cada 12 anos seu poder de compra cai pela metade. Por este motivo, o brasileiro deve, mais do que nunca, buscar investimentos cotados em moeda forte.”, disse o Pechman ao Portal do Bitcoin.

Queda generalizada no mercado

Acompanhando o bitcoin, todas as principais criptomoedas do mercado operam em queda. Ethereum e Ripple perdem 5,39% e 5,12% respectivamente. Bitcoin Cash cai 7,91%.

Nenhum ativo entre os 25 principais operam em alta nesta terça-feira, com o mercado total tendo perdido US$ 15 bilhões em capitalização no dia, caindo a US$ 345 bi. O Bitcoin segue com um marketshare superior a 60%.

Fonte:https://portaldobitcoin.uol.com.br/bitcoin-cai-r-4-000-apos-se-aproximar-de-maxima-historica-no-brasil/

Marcações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 5 =