Laboratório nos EUA cria algoritmo que detecta mineração ilícita de criptomoedas

Um novo algoritmo de inteligência artificial (IA) foi criado nos EUA pelo Laboratório Nacional de Los Alamos (LANL, na sigla em inglês) para detectar e impedir a mineração ilícita de criptomoedas

O sistema foi criado com foco em agentes maliciosos que agem no intuito de atacar supercomputadores para minerar criptoativos como Bitcoin (BTC) e Monero (XMR), de acordo com comunicado na quinta-feira (20). 

O local  de desenvolvimento do projeto é um laboratório federal de pesquisa, pertencente a Administração Nacional de Segurança Nuclear do Departamento de Energia dos EUA e gerido pela Universidade da Califórnia. 

Segundo Gopinath Chennupati, pesquisador na LANL e coautor de um novo artigo na revista IEEE Access, as recentes invasões de computadores na Europa e em outros lugares mostram que:

“Esse tipo de vigilância de software logo será crucial para evitar que os mineradores de criptomoedas invadam instalações de computação de alto desempenho e roubem recursos de computação preciosos.”

Impressões digitais para software 

O LANL explica que, enquanto mineradores legítimos montam enormes conjuntos de computadores dedicados à prática, os agentes ilícitos “descobriram que podem ficar ricos sequestrando supercomputadores, desde que possam manter seus esforços ocultos”, mas ressalta: 

“O novo sistema de IA é projetado para pegá-los no ato.” 

Para detectar invasores, o sistema de inteligência artificial do laboratório utiliza comparações gráficas, que são como impressões digitais para software. 

“Assim como criminosos humanos podem ser pegos ao comparar os espirais e arcos na ponta de seus dedos com registros em uma base de dados de impressões digitais, o novo sistema de inteligência artificial compara os contornos do gráfico de controle de fluxo em um programa com um catálogo de gráficos para programas que podem ser executados em determinado computador”, diz o laboratório. 

Os pesquisadores reconhecem que, embora a nova abordagem não ofereça uma solução infalível, ela expande significativamente a gama de ferramentas disponíveis para detetives cibernéticos usarem contra os criminosos. 

Fonte:https://criptonizando.com/2020/08/22/laboratorio-nos-eua-cria-algoritmo-que-detecta-mineracao-ilicita-de-criptomoedas/

Marcações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze + 9 =