Hackers invadem canal de youtuber português com 861 mil inscritos e prometem YFI ‘de graça’

Um grupo de hackers invadiu o canal do Youtube “RicFazeres”, com mais de 861 mil inscritos, e postaram conteúdo prometendo 1.000 YFI “de graça”, em um caso clássico de golpe com criptomoedas.

Segundo o portal português Sapo Tek, Ricardo Fazeres, fundador do canal, denunciou ao YouTube a invasão, mas o processo promete ser lento para resolver a situação. O youtuber conseguiu uma resposta da plataforma no Twitter, seguida de solidariedade da comunidade portuguesa na rede social.

A solução, porém, não parece estar à vista:

“O processo vai ser lento, porque são milhares de casos no mundo, um processo complexo. O YouTube falou quatro ou cinco vezes comigo por mensagem privada e o último passo que me deram foi um formulário para eu preencher, fazendo a autenticação com um email secundário, visto ter perdido o acesso à minha conta principal, o mesmo associado ao YouTube. Tanto perdi o email como o canal”

O canal também teve todos os vídeos apagados:

“Provavelmente uma medida de prevenção do YouTube para restabelecer a segurança do projeto ou se foi os hackers que o apagaram, não sei. Todo o meu trabalho dos últimos oito anos está ali investido no canal”

Segundo o youtuber, um dos vetores do ataque pode ter sido um e-mail recebido com uma proposta promocional de um jogo, “como muitas outras”, salienta.

Ele teria recebido um arquivo para testar o jogo na plataforma Steam, e a partir daí suspeita ter caído no golpe:

“É um jogo que realmente existe na Steam, em pré-alfa e enviaram-me o ficheiro para poder sacar e testar para gravar o respetivo vídeo, mas apesar de ter desconfiado que poderia ser trapaça, o mail estava muito bem escrito e era mais um trabalho em centenas que tenho feito, confiei e acabei por cair no golpe”.

Segundo ele, seu canal foi substituído pela transmissão ao vivo da “doação” da criptomoeda Yearn.finance, um dos hypes DeFi do mercado em 2020, com valorização meteórica.

Como em outros casos, inclusive em canais do YouTube no Brasil, a transmissão levava a um site de uma pirâmide financeira. Além disso, eles usaram a imagem da jornalista Laura Shin de um vídeo antigo para promover o golpe:

“Alteraram-me o avatar e a imagem do canal e a malta encontrou a jornalista no Twitter, que estava na live a fazer as perguntas e começou a bombardeá-la com mensagens, e ela a responder que não sabia o que se passava, que estava a receber mensagens em português e a dizer que estava em live, mas não estava. Depois de perceber o que era, a tal jornalista disse que foi algo gravado há muitos meses atrás em uma entrevista que deu. O certo é que perdi o canal, os meus vídeos, e vamos ver o que vai acontecer…”


Fonte: https://cointelegraph.com.br/news/hackers-invade-portuguese-youtuber-channel-with-861-thousand-subscribers-and-promise-yfi-for-free
Marcações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez − sete =