A queda do preço do Bitcoin em US$ 11K move o foco de volta para a lacuna CME abaixo de US$ 10K

O preço do Bitcoin (BTC) mostrou alguma força na semana anterior, com o BTC subindo de US$ 10.000 para US$ 11.200. No entanto, o consenso geral do mercado de criptomoeda tem mostrado fraqueza com vendas de dois dígitos para muitas das criptomoedas de menor capitalização.

Esta venda parece ter se firmado, já que o preço do Bitcoin confirmou US$ 11.200 como resistência no fim de semana anterior.

A rejeição a US$ 11.200 leva a uma espiral descendente

BTC/USD 1-day chart

Gráfico de um dia de BTC/USD. Fonte: TradingView

Na análise anterior, o nível de US$ 11.000-US$ 11.200 foi identificado como uma área de resistência substancial à subida. A significância deste nível é muito alta, pois o período de consolidação anterior usou a zona como uma área-chave de apoio.

Se o mercado quiser continuar seu impulso de alta, esta zona deve ser recuperada como suporte, tornando possível um novo teste de US$ 12.000.

Mas, desde essa rejeição, o preço do Bitcoin atingiu uma nova alta mais baixa, o que significa que é provável que haja mais dinâmica de queda no curto prazo.

Todos os mercados estão retrocedendo, exceto o do DXY

Enquanto os mercados de commodities, criptomoedas e ações estão quebrando, o U.S. Dollar Currency Index (DXY) tem mostrado força.

DXY Index 1-day chart

Gráfico de um dia do índice DXY. Fonte: TradingView

Em todo o mundo, os temores de novos lockdowns por causa do coronavírus estão aumentando devido ao aumento das taxas de infecção. Em tempos de incerteza, os investidores procuram lugares “seguros”, o que faz do dólar americano o lugar preferido para guardar valor quando se pensa em dinheiro.

Durante a crise de 2000 e a de 2008, e mesmo na recente quebra do mercado em março, o dólar americano foi visto como o ativo mais forte.

O gráfico acima mostra uma mudança clara de suporte/resistência do nível de 92,75 pontos, após o qual uma divergência de alta foi confirmada. Parece provável que a continuação em direção a 95 pontos esteja no horizonte, a menos que ocorra uma rejeição na faixa de 93,50-94. A tendência de baixa pode continuar se o DXY rejeitar e perder a área de 92,75.

Se o DXY continuar a mostrar força, commodities e cripto-ativos continuarão a se comportar mal. O inverso deve ser esperado se o DXY mostrar fraqueza.

A capitalização de mercado cripto total abrange a zona de US$ 250 a US$ 275 bilhões

Total market capitalization crypto 1-week chart

Gráfico de uma semana da capitalização total do mercado cripto. Fonte: TradingView

The total market capitalization of crypto is still consolidating and correcting from the previous impulse wave. This means a crucial area to hold is the 100-week and 200-week moving averages (MAs), as these indicate the continuation of the bull and bear cycles. 

However, the previous resistance and consolidation area between $250-$275 billion never had a test to confirm the breakout. 

In that regard, the green area between $250-$275 billion is a very likely area of higher time frame support to be hit. 

A capitalização de mercado total da criptomoeda ainda está se consolidando e corrigindo da onda de impulso anterior. Isso significa que uma área crucial a ser mantida são as médias móveis (MAs) de 100 e 200 semanas, pois elas indicam a continuação dos ciclos de alta e baixa.

No entanto, a resistência anterior e a área de consolidação entre US$ 250 e US$ 275 bilhões nunca tiveram um teste para confirmar a subida.

Nesse sentido, a área verde entre US$ 250-US$ 275 bilhões é uma área maior de suporte muito provável de ser atingida.

O que vem aí para o preço do Bitcoin?

BTC/USDT 2-hour chart

Gráfico de duas horas de BTC/USDT. Fonte: TradingView

O gráfico de 2 horas mostra uma rejeição clara na área de US$ 11.100-US$ 11.300, uma vez que as expectativas negativas de uma queda foram atendidas.

No entanto, o que vem depois de uma queda tão forte nos mercados? A área de US$ 10.200 a US$ 10.325 é uma zona de suporte de menor período de tempo e os indicadores sugerem que um alívio pode estar chegando.

A zona de resistência crucial para testar e partirr para uma continuação de alta é a área de US$ 10.700-US$ 10.750, que também é improvável de se esperar neste momento.

Se esta zona não for atingida ou se o preço perder a área de US$ 10.200, a atenção dos investidores voltará para o nível não testado em torno de US$ 9.500-US$ 9.700.

Este nível ainda é muito significativo, pois está perto da lacuna CME aberta.

As visões e opiniões expressas aqui são exclusivamente do autor e não refletem necessariamente as visões da Cointelegraph. Todo movimento de investimento e negociação envolve risco. Você deve conduzir sua própria pesquisa ao tomar uma decisão.

Fonte: https://cointelegraph.com.br/news/bitcoin-price-failure-at-11k-moves-focus-back-to-sub-10k-cme-gap

Marcações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro + 15 =