Corretora de criptomoedas Kucoin é hackeada e US$ 150 milhões são roubados

A corretora internacional de criptomoedas KuCoin foi hackeada nesta madrugada de sábado (26) e US$ 150 milhões em fundos podem ter sido roubados.

A empresa confirmou em uma publicação em seu blog que “Bitcoin, ERC-20 e outros tokens nas carteiras quentes da KuCoin foram movidos a para fora da bolsa”.

Ela afirma que, enquanto suas carteiras quentes foram atingidas, suas carteiras frias estão seguras. Além disso, afirmou em seu anúncio: “Se algum fundo de usuário for afetado por este incidente, ele será totalmente coberto pela KuCoin e nosso fundo de seguro.”

O problema começou quando os usuários começaram a reclamar de problemas de saque.

Inicialmente, a equipe de administração do KuCoin afirmar que estava enfrentando um problema de sistema. Pelo menos uma mensagem administrativa no canal Telegram da KuCoin indicava que os usuários não deveriam sacar ou depositar fundos “dada a situação”. Eles alegavam que “as transações estão pendentes”.

Logo depois veio a tona que cerca de US$ 150 milhões em tokens haviam sido transferidos para fora de suas carteiras. O endereço recebeu transações de 11.484 Ether, no valor aproximado de US$ 4 milhões, mais US$ 146 milhões em transações de outros tokens. Muitos são pouco conhecidos, como Gladius, Chroma, Ocean Token e Hawala, mas também havia tokens Maker, OMG e YFI no meio.

Para aumentar a confusão, a empresa de dados Crypto Cryptoquant notou que uma grande quantidade de Bitcoin saiu das carteiras do KuCoin rapidamente e depois parou. “Desde as 20:00 UTC de 25 de setembro”, tuitou, “o fluxo de saída tem sido continuamente zero.”

De acordo com o CEO da Cryptoquant, Ki Young Ju, esse pico é um sinal revelador de um hack. Se fosse apenas um problema de sistema, os fluxos de saída iriam direto para zero sem um pico.

O CEO da KuCoin, Johnny Lyu, realizou uma transmissão ao vivo no início de 26 de setembro para fornecer mais detalhes.

De acordo com Lyu, depois de perceber que o dinheiro estava sendo transferido de uma carteira quente de propriedade do KuCoin, eles desligaram o servidor. No entanto, as transferências continuaram porque a chave privada para a carteira ativa foi comprometida. A KuCoin então transferiu fundos intocados para um novo endereço.

KuCoin não confirmou a quantia que foi roubado.

De acordo com dados do CoinMarketCap, a KuCoin, com sede em Singapura, é a 16ª maior exchange do mundo em volume de negociação, sendo responsável por negociar US$ 112 milhões em criptomoedas nas últimas 24 horas.

Fonte: https://portaldobitcoin.uol.com.br/corretora-de-criptomoedas-kucoin-e-hackeada-e-us-150-milhoes-sao-roubados/

Marcações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × cinco =