Kucoin diz ter encontrado hackers responsáveis pelo roubo de US$ 281 milhões

A KuCoin descobriu quem hackeou sua exchange e roubou US$ 281 milhões em criptomoedas. Segundo o CEO Johnny Lyu, “Após uma investigação completa, encontramos os suspeitos do incidente e estamos com provas substanciais em mãos. Policia e justiça estão oficialmente prontos para agir.”

O hack ocorreu em 26 de setembro. A KuCoin disse que os hackers usaram uma chave privada vazada para acessar as carteiras da bolsa. A KuCoin, contudo, diz ter dinheiro suficiente para cobrir todas as perdas.

Após o hack, empresas do mercado trabalharam para congelar ou tornar inútil a maioria dos ativos roubado. Muitas equipes atualizaram seu blockchain para fazer isso acontecer. Lyu disse que US$ 204 milhões em criptomoedas, ou 72% do hack total, estão “fora do controle dos endereços suspeitos”.

Na tarde do roubo, a empresa publicou endereços suspeitos de estarem envolvidos no roubo. A maior parte era concentrada em Ethereum. Confira a lista:

  • US$ 153 milhões em tokens ETH e ERC-20.
  • 1.008 Bitcoin (US$ 10,8 milhões).
  • 26.733 LTC (US$ 1,2 milhões).
  • 18.495.798 XRP (US$ 4,5 milhões).
  • 14.713 BSV (US$ 2,2 milhões).
  • 9.588.383 XLM (US$ 705.522).
  • 228.952.838,064073 em tokens baseados em TRX (US$ 6,3 milhões).
  • US$ 14 milhões em Tether (USDT) no blockchain EOS e Omni.

Os hackers venderam pelo menos US$ 13 milhões das criptomoedas roubadas em exchanges descentralizadas.

A KuCoin, que interrompeu os depósitos e saques após o hack, está voltando ao normal. Atualmente, a plataforma já oferece suporte a depósitos e saques de 31 tokens, embora BitcoinEthereum e Tether, não estejam entre eles.

Fonte: https://portaldobitcoin.uol.com.br/kucoin-diz-ter-encontrado-hackers-responsaveis-pelo-roubo-de-us-281-milhoes/

Marcações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − 13 =