Ex-líderes da Unick Forex promovem nova empresa que promete 100% de ‘lucros’

Três dos principais líderes de uma das maiores pirâmides financeiras do mundo, a Unick Forex, que prometia rendimentos “garantidos” com Bitcoin e foi desarticulada em outubro de 2019 pelas autoridades brasileiras, seguem prometendo lucros “fáceis” através de outra empresa.

Os três ex-líderes da Unick, Rangel Andrade, John Lenon e Valberti Freitas, agora promovem a WorkScore, que promete a seus afliliados lucros de até 100% na venda de produtos em lojas de e-commerce.

A empresa tem sede em Tubarão (SC), com método de captação e promessas nos moldes da Unick, que promoveu um desfalque de R$ 11 bilhões e hoje tem os seus responsáveis presos.

Segundo o portal BeInCrypto, um dos ex-líderes, Rangel Andrade, participou de uma live nesta semana prometendo 20% de lucros mensais por 10 meses, em investimentos que vão desde R$ 500 até R$ 200.000.

Outra forma de operação deste tipo de empresa supostamente baseada em marketing multinível é a bonificação para os clientes que trouxerem mais investidores para o negócio.

Nos moldes das pirâmides financeiras, os lucros vão sendo garantidos pelos novos clientes e não pelos produtos vendidos. Quando os novos clientes cessam, a pirâmide cai.

Além disso, como é de conhecimento de autoridades brasileiras e de quem atua no mercado de forma séria, os lucros prometidos por Rangel – conhecido dos clientes da Unick por comandar um canal do YouTube que promovia a fraude – são irreais em qualquer tipo de ramo de atuação regulado. Não é possível “garantir” rendimentos em investimentos deste tipo, como faz a WorkScore.

Ele ainda promete:

“A empresa vai pagar, por mês, 20% do valor que você paga no seu contrato. Todo dia, a empresa vai creditar na sua conta bancária, até 1% do seu plano de revenda. Até aquele senhorzinho de idade que nunca mexeu com computador pode participar.”

O antigo canal do YouTube, que promovia a Unick Forex e reunia milhares de inscritos, já não existe mais, mas Rangel Andrade criou um novo para promover a WorkScore há cerca de um mês.

Por sua vez, John Lenon, um quase homônimo do Beatle original, é apontado pelas autoridades que investigam a Unick Forex como laranja do fundador da pirâmide, Leidimar Lopes.

E Valberti Freitas é mais um youtuber a promover empresas suspeitas, com estratégia de recrutar investidores e colher os bônus prometidos por elas.

Como noticiou o Cointelegraph Brasil, a MoGuRo, empresa que surgiu na mesma semana da queda da Unick Forex reunindo ex-líderes da fraude, está sendo investigada pelo Ministério Público da Bahia junto a outras duas empresas sob suspeita de fraude.

Fonte: https://cointelegraph.com.br/news/former-unick-forex-leaders-promote-new-company-that-promises-100-profits

Marcações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 6 =