Ethereum deve se tornar primeira blockchain a liquidar US$ 1 trilhão em um ano

O boom das finaças descentralizadas do terceiro trimestre resultou na rede Ethereum (ETH) processando mais do que o dobro do volume de transações diárias de Bitcoin (BTC).

De acordo com o agregador de dados de mercado de criptomoedas Messari, a média diária contínua de 30 dias para o volume de transações da Ethereum é atualmente de US$ 7 bilhões, com o Bitcoin processando menos de US$ 3 bilhões.

Se a tendência atual continuar, Messari prevê que a Ethereum se tornará a primeira blockchain pública a liquidar US$ 1 trilhão em transferências em um ano calendário.

O ano calendário anterior mais forte da Ethereum em relação ao Bitcoin foi 2018, quando ela processou meio bilhão em volume, o que foi 59% maior que os US$ 849 milhões do Bitcoin naquele ano.

O Bitcoin está no caminho certo para seu segundo ano mais forte, atrás de 2018, com previsão de processar US$ 800 milhões.

Valor de transações anuais para Bitcoin e Ethereum: Messari

Essa não é uma comparação direta entre as blockchains, no entanto. Com a bolha DeFi ocorrendo principalmente em cima de contratos inteligentes movidos a Ethereum, a rede Ethereum agora processa o volume de um setor inteiro, enquanto o Bitcoin representa em grande parte as transferências de valor denominadas em BTC.

Ryan Watkins de Messari atribui grande parte do pico de volume da Ethereum ao aumento dos volumes da stablecoin ERC-20, com a maioria das transações de Tether (USDT) ocorrendo agora em Ethereum e gerando uma demanda impulsionada pelo yield farming que impulsiona o crescimento da oferta de mais de 600% para a stablecoin Dai da MakerDAO.

Watkins também observa um boom de liquidez on-chain das exchanges descentralizadas, com a Uniswap e a Curve gerando mais de US$ 20 bilhões em volume combinado durante setembro. DEXs agora representam mais de 13,6% do volume total de exchanges.

No entanto, Messari prevê que “os próximos doze meses podem definir as guerras de plataforma” nas criptomoedas, observando as altas taxas contínuas da Ethereum como um problema que blockchains rivais buscarão resolver, junto com “a ascensão de ecossistemas DeFi paralelos”.

“Observem todos os aspirantes a detonadores da ETH continuarem a esvaziar seus tesouros para construir um setor DeFi paralelo ao longo do final de 2020 e além.”

Em agosto, Chris Burniske, sócio da PlaceHolder Capital, afirmou que o Ethereum e o Bitcoin estão competindo entre si para alcançar primeiro uma capitalização de mercado de US$ 1 trilhão em criptomoedas.

Fonte: https://cointelegraph.com.br/news/ethereum-set-to-become-first-blockchain-to-settle-1-trillion-in-one-year

Marcações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito − cinco =