Bolsa de Valores B3 desenvolve plataforma blockchain para negociação de contratos de seguros

A B3 está desenvolvendo uma plataforma com a tecnologia blockchain para a negociação de contratos de seguros em parceria com a IRB Brasil RE. De acordo com o projeto, o sistema estará disponível em 2021, mas precisa ainda ser aprovado pelos órgãos reguladores do mercado financeiro.

Assim, com a plataforma desenvolvida a partir da tecnologia blockchain será possível negociar seguros com mais rapidez que o sistema atual. Além disso, a nova plataforma permitirá a renegociação de seguros, que atualmente só podem ser negociados através de processo manual, burocrático e demorado.

Dessa forma, a tecnologia blockchain pretende modernizar o sistema de negociação de contratos de seguros no Brasil. Se aprovado, o projeto da B3 permitirá uma integração entre seguradoras, corretores e resseguradoras.

B3 desenvolve plataforma blockchain

A B3 representa oficialmente a Bolsa de Valores do Brasil, negociando ações das principais empresas do país. No entanto, em 2021 a empresa poderá oferecer contratos de seguros em uma plataforma desenvolvida a partir da tecnologia que “dá vida ao Bitcoin”.

Assim, a plataforma blockchain desenvolvida em parceria com a IRB Seguros Brasil RE poderá concluir negócios que atualmente demoram meses, como renegociações de contratos de seguros.

Até então, o processo conhecido como “resseguro” é totalmente manual e demanda da aprovação entre as seguradoras envolvidas. Em alguns casos, os contratos devem ser enviados por e-mail, e somente são aprovados depois de alguns meses de negociação.

Com a plataforma blockchain desenvolvida pela B3, essas negociações devem ocorrer em alguns segundos, inclusive para contratos de seguros renegociados. Em entrevista, o CEO e presidente do Conselho de administração do IRB Brasil RE, Antônio Cássio dos Santos destacou a importância do projeto em relação a “transformação digital”.

Segundo Santos, a união entre a IRB Brasil RE e a B3 mostra que a blockchain está avançando no mercado financeiro. Além de ‘dar vida’ às criptomoedas, a tecnologia será utilizada em uma plataforma para a negociação de seguros no Brasil.

“A união do IRB e da B3, com know-how e grande capacidade de processamento de registros e de liquidações financeiras, além de todas as credenciais conferidas pela Susep, endossa o avanço seguro dessa nova tecnologia no mercado. É mais um sinal inequívoco de que estamos dando ênfase no processo de transformação digital, por meio de inovação e parcerias disruptivas.”

Bolsa de valores e contratos de seguros

A empresa que administra a Bolsa de Valores do Brasil (B3) está desenvolvendo uma plataforma de negociação de contratos de seguros que servirá como mais um suporte para corretores e empresas que atuam neste mercado.

Antes mesmo de uma plataforma blockchain ser desenvolvida, a B3 já oferecia suporte para transações e registros de ativos financeiros do mercado de seguros. Além disso, a B3 oferece o registro de operações desse mercado, através do Sistema de Registro de Operações (SRO).

“Já iniciamos essa atuação dando suporte para as seguradoras e fundos através do registro de seus ativos financeiros – dados em garantia das reservas técnicas de suas operações.”

Antes de ser apresentada aos investidores, a plataforma blockchain da B3 deve ser regulamentada no Brasil. Somente assim os usuários poderão negociar contratos de seguros com mais agilidade a partir da tecnologia que também é precursora do mercado de criptomoedas.

Fonte: https://cointelegraph.com.br/news/b3-stock-exchange-develops-blockchain-platform

Marcações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 − 2 =