Bitcoin tende a valorizar em novembro, revelam dados

  • por

O mês de novembro é historicamente positivo para o preço do Bitcoin (BTC).

Isso acontece porque, nos últimos anos, a criptomoeda costumou apresentar bons retornos aos investidores.

Além disso, há mais um motivo para animar os investidores de Bitcoin: o preço da criptomoeda acaba de entrar numa zona que já deu retornos de 700% a 1.000% no passado.

Bitcoin pode repetir padrões

O analista e investidor de criptomoedas Josh Rager publicou a seguinte imagem no Twitter:

Gráfico BTC
Gráfico BTC

Como complemento ao gráfico, Rager comentou: “Toda vez que o preço do BTC fechou acima do recorde anterior mensal de preços, aconteceu uma valorização de 700% a 1.000% na sequência.Novembro pode ser o primeiro mês em que o preço do BTC quebre o recorde mensal. Historicamente, isso sempre foi um sinal extremamente positivo para o mercado das criptomoedas.”

Dessa maneira, é possível que a criptomoeda repita o padrão histórico e valorize acima dos 700%.

O padrão que dita essa tendência acontece no caso do preço do BTC fechar novembro acima dos US$ 13.880 (R$ 74.725). Vale ressaltar que o recorde foi estabelecido em dezembro de 2017.

No momento da escrita desta matéria, o Bitcoin está cotado em US$ 15.273 (R$ 82.254), de acordo com os dados do TradingView.

Novembro é um mês historicamente positivo

Além dos fatores ponderados por Rager, o perfil “Ecoinometrics” ponderou que o mês de novembro é, geralmente, positivo para o Bitcoin:

Bitcoin (BTC)
Bitcoin (BTC)

No gráfico, os círculos vermelhos representam o retorno médio sobre o investimento em Bitcoin a cada mês do ano.

Conforme se denota, novembro costuma apresentar retornos positivos, assim como o mês de dezembro.

Bitcoin está imprevisível

Historicamente, o Bitcoin passou poucos dias acima dos US$ 14 mil (R$ 75.496), conforme se denota no gráfico (linha vermelha):

BTC/USD
BTC/USD

Por conta disso, os investidores não possuem tantas referências de preço como o que acontece nos patamares de preço mais baixos.

Logo, o preço do Bitcoin pode se comportar de maneira imprevisível no local do gráfico em que se encontra, seja valorizando ou desvalorizando.

Além disso, fatores externos imprevisíveis – como a pandemia da Covid-19 – podem influenciar no mercado de ativos, o que inclui as criptomoedas.

Fonte: https://www.criptofacil.com/bitcoin-tende-valorizar-novembro-revelam-dados/

Marcações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 2 =