Ray Dalio acredita que as nações irão proibir o Bitcoin se o preço do BTC continuar subindo

Ray Dalio, a lenda bilionária dos fundos de hedge, não vê moedas digitais como o Bitcoin (BTC) tendo sucesso como as outras pessoas veem. Ele acredita que as autoridades reprimam as criptomoedas quando virem um crescimento “material”.

The daily chart of Bitcoin dating back to Jan. 1, 2020. Source: TradingView

Enquanto isso, o BTC superou surpreendentemente o desempenho da Bridgewater no ano até o momento. Barry Silbert, CEO da Grayscale – uma empresa de investimento em criptomoedas com mais de US $ 9 bilhões em ativos sob gestão – disse:

“Retornos YTD: Bridgewater Pure Alpha II Fund: -18% Bitcoin: + 115%.”

Bitcoin e Bridgewater não podem ser comparados diretamente, é claro. O primeiro é uma moeda digital descentralizada com valor de mercado de US $ 291 bilhões. Este último é um fundo de hedge que administrava US $ 148 bilhões em ativos sob gestão em setembro de 2020.

No entanto, o contraste no desempenho mostra que o Bitcoin tem muito mais potencial de risco-recompensa, especialmente porque sua capitalização de mercado hoje é de apenas 2,36% do ouro.

Outros investidores bilionários mostram apetite por Bitcoin

Em última análise, o ceticismo de Dalio em relação às criptomoedas se resume à ameaça regulatória contra elas.

Se as criptomoedas apresentarem um crescimento significativo, Dalio disse que os governos provavelmente intensificarão seus esforços para restringi-las, embora ele não tenha especificado em que limite de preço do BTC os governos começarão a tomar medidas diretas. Ele também disse:

“Não acho que as moedas digitais terão sucesso da maneira que as pessoas esperam.”

O ceticismo de Dalio também foi compartilhado por funcionários do governo. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, divulgou uma declaração sobre o Bitcoin em julho de 2019. Na época, ele escreveu no Twitter:

“Não sou fã de Bitcoins e outras criptomoedas, que não são dinheiro e cujo valor é altamente volátil e baseado no ar.”

No entanto, o ex-presidente dos EUA, Barack Obama, descreveu o Bitcoin como uma “conta bancária suíça”, aludindo ao fato de que os estados-nação não serão capazes de banir totalmente algo que não é apenas global, mas também algo que pode ser facilmente guardado por indivíduos. 

Durante palestra no Southwest festival em 2016, o presidente Barak Obama disse em relação as criptomoedas: 

“Todo mundo anda por aí com uma conta em um banco suíço no bolso.”

Basicamente, o Bitcoin é um protocolo de software peer-to-peer. Os governos poderiam restringir o uso de criptomoedas proibindo a entrada e saída de criptomoedas. Mas isso simplesmente tornaria as iniciativas de combate à lavagem de dinheiro menos práticas, pois os usuários simplesmente iriam para a clandestinidade ou se mudariam para jurisdições mais amigáveis.

Além disso, quando as criptomoedas mudam para o mercado cinza e as pessoas começam a negociar ativos cripto p2p, fica mais difícil reprimir a atividade ilícita.

Portanto, há um forte argumento de que não é do interesse dos governos banir completamente o Bitcoin.

Além disso, mais bilionários começaram a mostrar apoio ao Bitcoin nos últimos meses. Como relatou o Cointelegraph, o frenesi em torno do Bitcoin entre as instituições e o dinheiro inteligente vem das propriedades que o tornam uma reserva de valor eficiente, mas talvez mais importante, inconfiscável.

Bitcoin é líquido, descentralizado, fácil de negociar, transferir e armazenar com segurança. Essas características permitem que ele opere como um ativo de proteção prático contra a inflação com uma baixa barreira de entrada.

Como observou o desenvolvedor do DeFi Julien Bouteloup, Dalio já mostrou ceticismo em relação ao Bitcoin no passado. Em 2017, antes que o BTC atingisse um recorde histórico em torno de US $ 20.000, Dalio descreveu o BTC como uma bolha.

Por enquanto, Dalio não está convencido

Durante sua entrevista ao Yahoo Finance, Dalio também enfatizou que não prefere Bitcoin ao ouro.

No entanto, apesar da queda abrupta de 60% do Bitcoin em março, o ativo digital superou maciçamente o ouro ao longo de 2020.

The price of Bitcoin and gold year-to-date. Source: TradingView.com

No acumulado do ano, o ouro registrou ganhos de cerca de 23%. No mesmo período, o BTC registrou um ganho de 119%, passando de $ 7.165 para mais de $ 15.700.

Fonte: https://cointelegraph.com.br/news/ray-dalio-believes-nations-will-outlaw-bitcoin-if-btc-price-keeps-rising

Marcações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 5 =