4 métricas sugerem que preço do Bitcoin será corrigido – mas ele vai atingir US$ 20 mil primeiro?

É provável um retrocesso no preço do Bitcoin (BTC), com base em vários dados on-chain, a saber, o indicador Spent Output Profit Ratio (SOPR), entradas de stablecoin, ordens de venda empilhadas a US$ 19.000 e o Índice de Medo e Ganância Cripto. No entanto, permanece a questão de quando essa correção ocorreria.

Retração de retirada de lucros possível com pressão de compra mais baixa

O indicador SOPR essencialmente mede o quão no lucro os detentores de Bitcoins estão no momento. Quando o SOPR é alto, o BTC corre o risco de uma retração na retirada de lucros, uma vez que os traders tendem a vender quando estão lucrando.

SOPR do Bitcoin ajustado. Fonte: Glassnode

Enquanto isso, os influxos de stablecoin mostram quantas stablecoins, como o USDT Tether, estão fluindo para as exchanges Quando a entrada de stablecoins aumenta, isso normalmente significa que a demanda do comprador está aumentando. Por outro lado, a pressão de venda tende a aumentar quando as reservas do BTC ultrapassam o influxo de stablecoins.

Nos últimos dias, o indicador SOPR atingiu um nível que anteriormente levava o preço do Bitcoin a ser corrigido, como no final de 2018 e no verão de 2019.

Em 20 de novembro, Rafael Schultz-Kraft, diretor técnico da Glassnode, observou:

“SOPR ajustado (por hora, 7d MM) não era tão alto desde julho de 2019. Correção chegando?”

Essa tendência pode se tornar preocupante se o ímpeto do Bitcoin diminuir. Renato Shirakashi, o criador do indicador SOPR, disse que o trabalho do ganhador do Prêmio Nobel Daniel Kahneman mostra que os investidores se sentem confortáveis em vender quando lucram.

Portanto, se o Bitcoin ficar estagnado ou se consolidar no curto prazo abaixo da resistência de US$ 19.000, um pequeno recuo pode surgir. Shirakashi escreveu:

“As pessoas, em geral, ficam muito mais confortáveis em vender quando estão lucrando. Em um mercado em alta, quando o SOPR cai abaixo de 1, as pessoas vendem com prejuízo e, portanto, relutam em fazê-lo. Isso empurra a oferta para baixo significativamente, o que por sua vez pressiona para cima o preço, que aumenta. ”

O aumento na proproção de stablecoins na exchanges da CryptoQuant coincide com o aumento do SOPR. A proporção de stablecoins é a reserva de Bitcoin nas exchanges dividida pelas reservas de stablecoins. Quando ela aumenta, mostra que a pressão de venda potencial está aumentando.

Proporção de stablecoins por BTC. Fonte: CryptoQuant

Assim, o CEO da CryptoQuant, Ki Young Ju, espera uma correção no curto prazo, embora não uma grande correção. Ele notou:

“A pressão de venda potencial do BTC está subindo, mas ainda é baixa. Veremos alguma correção em alguns dias, mas não será grande. Alta de longo prazo. ”

Os US$ 19.000 estão no caminho de um novo recorde histórico

As carteiras de pedidos nas exchanges também mostram que o nível de US$ 19.000 se tornou uma importante área de resistência. Existem ordens de venda significativas na Bitfinex, Bitstamp, Binance e Coinbase perto de US$ 19.000, o que pode impedir a continuação de uma alta.

Ok, 19000 está meio empilhado de pedidos. @CryptoCobain vai ter que arrancar muito dinheiro. pic.twitter.com/KnNSzYYRnL

Outro possível fator que poderia desencadear uma retração de curto prazo é o Índice de Medo e Ganância Cripto. O índice ainda está em níveis perigosamente altos, o que aumenta a probabilidade de uma correção.

A correção pode vir mais tarde

No entanto, nos últimos meses, as reservas de Bitcoin das exchanges estão em uma tendência de baixa contínua, conforme relatado pelo Cointelegraph. Isso poderia compensar uma grande correção em todo o mercado, particularmente se a alta do BTC estiver acelerando o FOMO (“Medo de Ficar de Fora”), o que significa um grande fluxo de novos compradores.

No acumulado do ano, a Glassnode descobriu que o saldo de Bitcoin nas exchanges diminuiu 18%. A queda contínua nas reservas das exchanges reduz a probabilidade de recuos profundos, que analistas, como Ki, têm enfatizado consistentemente em novembro.

Média móvel de 90 dias no saldo do Bitcoin nas exchanges. Fonte: CryptoQuant

Além disso, existem outros fatores que podem atrasar a correção até depois que o Bitcoin ultrapassar US$ 19.000 ou talvez até US$ 20.000.

O analista de dados de rede da CoinMetrics, Lucas Nuzzi, descobriu que o índice MVRV, que rastreia a capitalização realizada do Bitcoin, não está perto do nível que marcou os topos anteriores.

O termo capitalização realizada refere-se ao valor de mercado do Bitcoin no momento em que os investidores compraram o BTC. Se a capitalização realizada for alta, isso significa que muitos investidores compraram o BTC a um preço mais alto.

Portanto, há um forte argumento para uma retração atrasada, potencialmente depois que a alta em curso se estender demais. Em 20 de novembro, Cole Garner, um analista da rede, escreveu:

“A liquidez de Bitcoin nas exchanges está derretendo. As instituições não estão preparadas para uma escassez como esta. ”

Fonte: https://cointelegraph.com.br/news/4-metrics-suggest-bitcoin-price-will-correct-but-can-btc-hit-20k-first
Marcações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito + 9 =