“Senti um vazio no estomago”, homem é roubado e perde bitcoins minerados em 2013

  • por

Imagine ter minerado uma quantidade substancial de bitcoins logo no inicio da história da moeda digital, quando ainda era uma tarefa fácil, e, 7 anos depois descobrir que todas as criptomoedas foram roubadas. Isso foi o que aconteceu com um homem que compartilhou sua história nas redes sociais.

De acordo com o relato de partir o coração, o homem havia minerado vários bitcoins em 2013, e agora, em novembro de 2020, após fazer uma verificação de rotina na carteira, ele descobriu uma transação que havia retirado todos os bitcoins da carteira.

“Todos bitcoins que eu tinha foram roubados, eu fui ver minha carteira há alguns dias e  percebi uma transação desconhecida que enviou meus bitcoins para algum endereço no dia 13/11.”

Com vergonha e deprimido, ele demorou para expor a situação, mas depois de colocar a cabeça no lugar ele decidiu relatar tudo que aconteceu como uma forma de alertar outras pessoas para que elas tomem mais cuidado com seus ativos digitais.

Os detentores de criptomoedas devem levar a segurança a sério, diz ele, lembrando que as pessoas precisam investir tempo em educação para aprender proteger suas moedas, “seja diligente, a conveniência é inimiga da segurança”.

O homem diz que depois que descobriu o roubo ficou sem chão, demorou dias para entender o que havia acontecido e constantemente acordava no meio da noite para checar a carteira de novo, esperando que fosse apenas um erro.

No dia dá terrível descoberta ele mal conseguiu comer, sentiu uma espécie de luto, vazio no estomago e ânsia de vômito, afinal, os bitcoins faziam parte da sua economia pessoal, e estavam guardados para seus filhos.

“Depois que vi isso (a perda dos bitcoins), uma onda de emoções tomou conta de mim – desespero, desesperança, eu estava com um vazio no estômago tão grande que quase vomitei.

Mal consegui comer ou dormir no dia seguinte. Mesmo que já tenham se passado alguns dias, esses sentimentos ainda são muito fortes e acho que provavelmente serão por muito tempo.

Fico acordando e checando a carteira esperando que seja algum tipo de engano, mas infelizmente é real.”

Bitcoins foram minerados em 2013

O homem explica que todos os bitcoins foram minerados em 2013, um amigo o ensinou sobre bitcoin e então ele colocou várias placas de vídeo para minerar a moeda digital.

Para ilustrar, um artigo de 2013 detalha que com 8 placas de vídeo um minerador conseguiu minerar 334 bitcoins no mês de fevereiro. As moedas foram vendidas por $ 24 cada.

Já no caso atual, o homem que perdeu os bitcoins minerou as moedas digitais durante todo o ano de 2013.

“As moedas que eu tinha originalmente foram mineradas em 2013. Eu não tinha ideia do que estava fazendo na época, mas um amigo me ensinou e pensei, “por que não?” […] depois de uma pesquisa, me juntei a uma pool e comecei a minerar algumas moedas.”

bitcoin roubados minerados em 2013. Reddit
bitcoin roubados minerados em 2013. Reddit

Provavelmente vítima de carteira falsa (phishing)

Depois de minerar as moedas digitais por vários meses e decidir encerrar a mineração, os bitcoins ficaram esquecidos em uma carteira, um cenário comum de quem guarda os bitcoins e se torna um “holder”.

Depois de mais alguns anos ele decidiu trocar seu computador por um Notebook, como os bitcoins estavam em uma carteira padrão do bitcoin, ele decidiu baixar uma carteira mais atual e armazenar em seu novo computador.

Foi assim que provavelmente ele perdeu os bitcoins, ao baixar a carteira Electrum, ele pode ter na verdade feito download de uma carteira falsa, golpe muito comum no mercado cripto.

Quando um usuário pesquisa no Google por “carteira de bitcoin”, alguns links nocivos aparecem, inclusive no topo do Google, nos resultados patrocinados.

“Com o passar dos anos, meio que esqueci deles e eles ficaram dentro da minha carteira básica de Bitcoin. Depois de algum tempo mudei para laptop e comecei a olhar algumas carteiras mais modernas, escolhi a Electrum.”

Comecei a usar a Electrum e parecia funcionar bem. Meu erro por não acompanhar as notícias reais (relacionadas à segurança) em torno do Bitcoin e carteiras e vários hacks e golpes. Minha memória está um pouco confusa, mas tenho certeza de que fui vítima de um phishing.

“Eu deveria ter colocado minhas moedas em um armazenamento frio / offline.”

Homem guardou bitcoins para dar aos filhos, “falhei com eles.”

Como se a situação não foi triste o suficiente, o homem explica porque guardou os bitcoins por tanto tempo. Ele não queria comprar uma lamborghini ou ficar bilionário, como alguns que têm bitcoin almejam, segundo o texto, sua intenção era dividir entre seus dois filhos.

Agora, a sensação que ele tem é de ter fracassado com eles.

“É uma pena, eu estava muito orgulhoso de possuir esses bitcoins, eu esperava um dia poder dividi-las com meus dois filhos quando eles tivessem idade suficiente para entender e apreciar a tecnologia em 18-20 anos e quem sabe o quão difundida a tecnologia e a compreensão estarão até lá. Eu sinto que falhei com eles.”

“Não posso recuperar o que perdi”

Em 2013 um bitcoin era negociado por $ 13 no inicio do ano e chegou a um pico de mais de mil dólares em dezembro. Hoje em dia um bitcoin é negociado na faixa de $ 19 mil, e de acordo com o relato, o homem não pode mais recuperar o que perdeu.

Bitcoin Preço 2013
Bitcoin Preço 2013

Durante todo o texto, o homem mostra fortes sinais que está no mercado desde o inicio pela tecnologia disruptiva, e que apesar de ter perdido, vai continuar acreditando nas criptomoedas, mas agora com muito mais cuidado.

Ele diz também que é triste que a única forma de obter bitcoins agora é comprando, já que em 2013 ele conseguiu através da mineração.

“Não tenho certeza de para onde ir a partir daqui, ainda estou tentando trabalhar com isso.[…] Quase não tenho renda disponível para recuperar o que perdi. Ao preço atual, levaria anos após anos e é altamente improvável que o preço recue significativamente. No entanto, eu realmente ainda acredito na tecnologia, só acho um pouco triste que a principal forma de participar agora seja converter USD em BTC – gostaria que a mineração ainda fosse uma coisa para a pessoa média.”

O texto termina com o homem pedindo para que todos sejam mais diligentes e vigilantes. Ele pede que as pessoas não sejam negligentes. “Aprendam a manter suas moedas seguras, disse.

O objetivo da postagem, é, portanto, ajudar para que outras pessoas não deixem seus bitcoins em carteiras inseguras.

Como proteger seus bitcoins?

Como o próprio homem disse, uma recomendação é o uso de hardware wallets (armazenamento frio / offline), um pequeno dispositivo de segurança dedicado, semelhante a um pen drive que fornece gerenciamento seguro de chaves.

Ao contrário de uma carteira online, onde você confia em terceiros suas chaves privadas, ou uma carteira de software, onde suas chaves privadas são deixadas vulneráveis ​​em seu computador, uma carteira de hardware armazena suas chaves privadas completamente offline.

Armazenamento offline significa que uma carteira de hardware não pode ser infectada por um vírus ou hackeada por meio de uma conexão com a Internet.

Uma carteira da Trezor, por exemplo, é imune a ataques remotos. Se você usar uma senha forte, seu dispositivo também ficará imune a todos os ataques físicos.

No Brasil elas podem ser compradas na KriptoBR.

De acordo com Jefferson Rondolfo, o CEO da KriptoBR, as carteiras de papel já são relíquias do passado, a obrigatoriedade de expor a chave privada na hora do resgate é muito perigoso. Ele disse que o caso dos bitcoins perdidos é muito comum:

Infelizmente o que ocorreu é mais normal do que parece e nos deparamos na KriptoBR com casos semelhantes desde sempre.

Desde 2014 hardware wallets fazem parte da nossa realidade e diferentemente de todos os outros métodos existentes, nunca ninguém perdeu nenhum centavos com esses dispositivos.

Fonte: https://livecoins.com.br/homem-e-roubado-e-perde-bitcoins-minerados-em-2013/

Marcações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − seis =