Ethereum rompe US$ 700 pela primeira vez desde 2018

  • por

Nos últimos dias, os investidores de criptomoedas ganharam um verdadeiro presente de natal. Além do Bitcoin, a Ethereum (ETH) seguiu em um forte rali de alta.

Com isso, a criptomoeda superou a barreira dos US$ 700. É a primeira vez que isso ocorre desde maio de 2018.

Naquele ano, a criptomoeda viria a alcançar sua máxima histórica, chegando aos US$ 1,4 mil.

Evolução do preço da ETH na última semana
Evolução do preço da ETH na última semana. Fonte: CoinMarketCap.

Ainda assim, a criptomoeda não dá sinais de cansaço. Após superar esta barreira, a ETH continuou sua alta e atingiu os US$ 730, renovando as máximas desde maio de 2018.

Em reais, o preço da ETH está cotado a R$ 3,7 mil no momento da produção deste texto.

Padrão de alta permanece

Na análise técnica, o padrão alto mais alto geralmente indica um forte impulso, porque mostra que cada novo pico é mais alto do que o topo anterior. E, segundo analistas, isto está acontecendo com a ETH.

A segunda criptomoeda em valor de mercado tem se recuperado continuamente ao longo da semana passada. Com isso, ela continua a sustentar uma formação de alta.

“Séries infinitas de agudos e graves mais altos, com o mais baixo mais recente confirmado por um pico mais alto fresco. Eu considero esse padrão como ‘Stairway To Heaven’ (escadaria para o paraíso, em tradução livre)”, explica o trader Scott Melker

Em 28 de dezembro, o analista Michaël van de Poppe, colocou um suporte mínimo para a ETH em US$ 470. Se ela ficar acima disso, ele acredita que o preço pode chegar entre US$ 1.200 a US$ 1.300.

“Em geral, o Ethereum ainda tem uma perspectiva bastante otimista, pois tem feito altas e baixas de forma consistente. Isso não mudou. Enquanto US$ 470 se mantiver, a próxima corrida levará os mercados para US$ 1.200 ou US$ 1.300 ou um novo ATH no primeiro trimestre de 2021.”

Em reais, isso equivale a uma faixa de preço entre R$ 6.120 e R$ 6.630. Segundo o CoinMarketCap, a maior cotação da ETH em reais foi de R$ 7.044, atingida em janeiro de 2018.

Demanda institucional pode aumentar

Enquanto isso, os contratos futuros na Chicago Mercantile Exchange (CME) devem ser lançados em 43 dias. O lançamento abrirá espaço para mais investidores institucionais entrarem no mercado.

A criação de futuros de Bitcoin foi um dos fatores que acelerou a demanda institucional pelo criptoativo. E muitos analistas acreditam que isso pode acontecer com a ETH em 2021.

Um deles é Ryan Watkins, pesquisador da Messari. Para ele, o Bitcoin será um catalisador de valor para outras criptomoedas, principalmente a ETH.

“Previsão de 2021: em 2021, começaremos a ver as instituições comprarem ETH. Assim que você aceitar que o Bitcoin pode ser valioso, ele abre sua mente para a possibilidade de que outros criptoativos também podem ser valiosas”, disse.

Fonte: https://www.criptofacil.com/ethereum-rompe-700-dolares-pela-primeira-vez-desde-2018/
Marcações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 + 12 =